Meio Ambiente e Saúde.

 

 

Pesquisas, geradas através das mais variadas fontes, nos dão conta que o repouso adequado é a base de uma vida saudável, útil e feliz.

A redução da quantidade de horas dormidas e a sua qualidade, são diretamente responsáveis por uma série de fatores negativos no transcorrer da  vida humana.

Pesquisas sérias confirmam que os insones demonstram e afirmam sofrer em:

47%  dos casos analisados, de cansaço físico.

22%  de irritabilidade acentuada.

29%  dominados pelo nervosismo.

Em um mundo onde o crescimento da violência acontece de maneira assustadora, não é sem tempo a necessidade da adoção de medidas, que visem a melhoria da qualidade de vida; especialmente, na zona urbana.

A falta de conscientização da população faz com que haja a necessidade de uma maior fiscalização sobre os agentes emissores de ruídos. Pois são esses, os maiores responsáveis pela má qualidade do sono e de nível de vida do habitante das cidades.

Dentre esses emissores de ruídos, acima dos limites considerados suportáveis para o aparelho auditivo e o sistema nervoso do homem, está aquele provocado pelos caminhões de entrega de gás de cozinha.

Sem que haja qualquer fiscalização e aplicação das penalidades previstas na legislação ambiental, esses agentes da redução da qualidade de vida aí estão, a agir às barbas das ditas “autoridades responsáveis”, que nada fazem para justificar os seus salários oficiais. Isto acontece nos níveis municipal, estadual e federal. E não é por ausência de competência mas, provavelmente, por comodismo.

Parece-nos que estão todos com os “burros na sombra”!

Carlos Gama.www.suacara.com 

03 de maio de 2001 – 00,55 h

Idealização Cardel - ies@suacara.com
Execução do desenho - Vittorio Queirolo.